• Paula Lima

Como uma garrafa ao mar

Olá, queridas famílias, esperamos que tenham conseguido descansar um pouco para começar mais uma semana :)


Na semana passada, o Blog sugeriu a criação de diários para o registro do tempo em que estamos isolados em casa. É uma forma de olhar para o passado recente refletir um pouco sobre o que acabou de acontecer, ajudando cada um a se conhecer um pouco melhor.


[Vamos desenhar emoções?]


Hoje a ideia é meio parecida, mas diferente na forma e no tempo: já pensou se hoje você pudesse escrever uma carta para você mesmo e a recebesse de volta daqui a alguns meses ou anos? O que você gostaria de dizer para o seu eu futuro? Como será que a sua vida vai ser? Será que as coisas vão voltar a ser como antes? Será que o nosso jeito de estudar, de nos divertir, de nos relacionar com as outras pessoas vai ser igual? Será que tem como ser igual?


A plataforma Future Me oferece essa possibilidade de criar uma cápsula do tempo digital - é em inglês, mas bem fácil de entender o que é para fazer. Como estamos vivendo um momento histórico excepcional, pode ser bem interessante registrar impressões e fazer um exercício de prever como a situação vai estar daqui a algum tempo - além da emoção de receber esse registro em outro momento, quando você talvez nem se lembre mais dele.



É bem fácil: você escreve a sua mensagem no campo em branco, depois escolhe a data em que deseja receber de volta e clica no botão "Send to the future!" - envie para o futuro!


Com crianças, é uma atividade que pode render relatos incríveis. A família pode fazer toda junta, se possível, ou cada um faz a sua versão, com ajuda de alguém ou individualmente, para quem já conseguir e quiser.


E aí, quem topa lançar uma garrafa para si mesmo no oceano? Gostaríamos muito de saber, caso façam a de vocês. Se sim, contem pra gente nos comentários? Para finalizar, a sugestão é de um livro muito emocionante sobre coisas que às vezes nós achamos melhor guardar em garrafas.



O coração e a garrafa

De Oliver Jeffers, Salamandra


Neste livro maravilhoso do Oliver Jeffers, uma menina vive uma perda e, muito confusa depois disso, resolve guardar seu coração numa garrafa para evitar maiores sofrimentos. Ela acredita que seu problema foi resolvido momentaneamente - mas será que foi mesmo? Quando decide desengarrafar o coração, ela já não sabe mais como. De que jeito será que ela vai fazer?


#isoladosejuntos #cartaparaofuturo #futureme