• Paula Lima

Um livro é a voz de alguém

Olá, pessoal, tudo bem?


A conversa de hoje vai ser sobre o terceiro livro selecionado para leitura com o primeiro ano. Na verdade, nós até já conversamos sobre ele aqui: é o Vozes no parque, do autor britânico Anthony Browne. Ele é muito querido pelo Blog! É um livro de pouco texto e ilustrações que dizem muito, cheias de surpresas e elementos inesperados, meio oníricos, meio fora de lugar, “escondidos” em meio a imagens mais cotidianas.



E foi essa brincadeira de encontrar formas e personagens inusitados em meio à narrativa, além dos aspectos de jogo dos 7 erros que o livro tem, que mais animaram as crianças. Além das 4 vozes narrativas e visuais que contam a história, o encontro foi marcado pelas vozes muito empolgadas das crianças, que o tempo todo queriam contar o que tinham encontrado de diferente ou estranho em cada página. Todo mundo falava ao mesmo tempo e foi um desafio tentar manter alguma ordem para que todos que quisessem participar conseguissem se fazer ouvir, buscando encontrar uma coerência e um sentido entre o que o texto diz (e o que não diz!) e o que é revelado pela perspectiva de cada personagem por meio da ilustração. O encontro rendeu tanto que até passamos do nosso horário com as crianças!


Vozes dos alunos no capítulo 1 - “Primeira voz”:

─ Isso daqui é um gorila, né? Esse gorila tem cachorro mesmo? Por que não podia ser um homem? Ou um outro macaco?

─ Eu tô vendo que ela tá gritando!

─ Ela tá: “aaaaaaahhhhhhhh”!

─ Nossa, esse cara desenha bem! E pinta também!

─ Olha a árvore tá pegando fogo!





Vozes dos alunos no capítulo 2 - “Segunda voz”:



─ Ele tá com a mão de homem!

─ O braço é de homem…

─ Eu acho que ele é pobre, não sei por quê…

─ Nós vimos que o macaco tá fantasiado de Papai Noel!

─ O Papai Noel tá pedindo dinheiro.

─ “Es-po-sa-e-mi-lhõ-es-de-cri-an-ças… pa-ra… sustentar”.

─ A Mona Lisa tá com a boca para baixo…

─ Olha isso, tem uma pessoa voando no céu!

─ É a mesma cachorra da outra história.

─ Olha o efeito das árvores!

─ Isso não é o parque.

─ É o parque de noite.

─ Mas a noite é verde?

─ O parque pode ser! Isso é um livro, não?! O livro pode ser de qualquer cor, não precisa ser da cor daqui...

─ Eu reparei uma coisa: tá vendo que esse cenário tá igual? Mas devia ser mais igual, porque esses quadros, esses retratos não estão aqui.

─ Ahn, eles saíram do quadro!

─ Meu deus, eu não tinha reparado!

─ Tem lixo nessa página, tem um rato; aqui não.

─ Tem umas estrelas no prédio, e coração! E na outra página não tem, é tudo quadradinho.

─ No quadro, dá pra ver que esses dois aqui dançando tão sem essa flor…

─ É porque quando a gente volta de um lugar está tudo diferente!

─ Ô, tia, eu percebi uma coisa: o gorila subiu no prédio?





Vozes dos alunos no capítulo 3 - “Terceira voz”:

─ Quem que tá falando agora?

─ Olha, tem uma árvore de chapéu!

─ E chapéu na luz!

─ E na nuvem! E na sombra!

─ E um arbusto de chapéu!

─ Eu acho que ela tá colocando chapéu em todo lugar.

─ Tia , tem um chapéu aqui no começo e aqui atrás na capa!

─ Parece que tá de dia dentro das luzes...

─ Aqui um lado tá escuro e outro tá claro...

─ Tem um poste que tá dividindo o mundo.

─ O lado da menina é alegre, e o lado do menino não é alegre, é chato, chato. O da menina eu acho que ela tava feliz, e o do menino ele tava triste.

─ Um lado é alegre e um triste, um claro e um escuro.

─ Aqui tem um castelo e tem flores, no outro não tem flores.

─ Tem um cachorro dividido!

─ Tem dois cachorros aqui!

─ Aparece o rosto dele aqui embaixo no escorregador.

─ É tipo um espelho dele.

─ Tem os cachorros em todas as páginas!

─ O rabo tá diferente!

─ Eu percebi uma coisa: os rabos dos cachorros estão trocados!

─ Eu já tinha falado isso.

─ Trocou mesmo o rabo.

─ Tem dois rabos aqui.

─ Esses dois rabinhos são dos cachorros escondidos...

─ Ela é mais esperta que ele, não?



Vozes dos alunos no capítulo 4 - “Quarta voz”:

─ Olha, tá tudo colorido!

─ Tô vendo um morango gigante!

─ Ô, tia, ela tá muito brava! Olha que brava essa garota!

─ Olha a cara dela!

─ O cachorro tá saindo da orelha dela!

─ Olha, laranjas!

─ Pera, morango...

─ Tem frutas gigantes! Tem árvore de pera, árvore de laranja…

─ Olha o macaco sem roupa!

─ De sunga...

─ Olha, uma banana aqui em cima!

─ Tem um aquário aqui, ó...

─ Eu vi uma cauda de sereia!

─ Tem uma cauda aqui!

─ É de baleia.

─ Parece a cauda de uma baleia gigante!

─ Uma caudinha de sereia!

─ Tá dia aqui dentro e noite fora…

─ Teve uma explosão aqui! É fogo!

─ Mas tá de noite…

─ A mãe dele é muito chata.

─ Olha, os cachorros na caneca de novo!



Livro: Vozes no parque

Autor: Anthony Browne

Editora: Pequena Zahar

Páginas: 32

Ano: 2014