• Maiara Oliveira

Colorido de emoção!

Olá, leitores do Blog, tudo bem?


Hoje vou apresentar pra vocês O monstro das cores. Estão preparados???


É muito fácil se identificar com essa história linda, pois todos nós temos sentimentos e, muitas vezes, não sabemos direito o que fazer quando eles se misturam todos dentro da gente.


Pois bem, vamos começar…


Escrito e ilustrado pela arte-terapeuta Anna Llenas e publicado originalmente em 2012, o livro vendeu mais de duzentos mil exemplares na Espanha e foi traduzido para dezesseis idiomas. Muito legal, né!?


O personagem principal é um monstrinho muito fofo, que, num primeiro momento, aparece com uma expressão meio confusa, todo colorido. Cada uma das cores representa uma emoção, e elas estão todas bagunçadas.

O mais legal é que o personagem chama muito a atenção das crianças: elas adoram monstros, histórias de medo, rsrs.

Pois bem, o monstrinho está muito confuso com suas emoções embaralhadas e precisa de ajuda, e aí aparece uma garotinha para ajudá-lo. Ela explica que é melhor separar suas emoções e colocá-las cada uma em um pote diferente.


O primeiro sentimento que os dois identificam é a alegria, representada pela cor amarela. Ela é contagiante, brilha como o sol, é um sentimento muito bom, a gente ri, pula, dança, brinca… e quer compartilhar com todo mundo.



Em seguida vem a tristeza, que é azul, suave como o mar. Quando está triste, a gente se esconde e quer ficar só, não tem vontade de fazer nada. Mas, apesar disso, tem momentos que precisamos desse sentimento para crescer.

E olha quem vem depois... ela arde como vermelho vivo e é feroz como o fogo, que queima forte e é difícil de apagar. Querem adivinhar?? Isso mesmo, quem falou RAIVA acertou. Quando estamos com raiva, sentimos que uma injustiça foi cometida e descarregamos toda a nossa fúria. Temos que tomar cuidado com ela!


Agora é a vez do medo, que tem a cor cinza. Quando temos medo, nos sentimos pequenos, achando que não conseguimos fazer coisa alguma. Quem é que nunca sentiu medo na vida? Pode parecer bobo, mas, dependendo da situação, o medo pode servir como um alerta. Um sinal de atenção. E que pode nos proteger de perigos reais.


E, para fechar com chave de ouro, quem aparece é um sentimento muito bom: tranquilo como as árvores, leve como uma folha ao vento. É a calma. Aaahhh, quando estamos calmos, respiramos pouco a pouco e profundamente. E nos sentimos em paz. Tem coisa melhor do que se sentir assim? A sua cor é o verde da natureza.


Aaahhh, mas antes que eu me esqueça: como será que está o monstro?

Surgiu um novo sentimento, é o amor, o maior de todos… sabem por que ele está sentindo amor? Ele quer agradecer, pois suas emoções estão todas organizadas e, assim, sua vida fica muito melhor.


E você, sabe dizer o que está sentindo?

Livro: O monstro das cores

Autora/Ilustradora: Anna Llenas

Editora: Aletria

Páginas: 48

Ano: 2018