• Paula Lima

Para que serve um livro?


Alguém aí já parou para pensar sobre isso?

Foi com essa pergunta aparentemente óbvia que começamos um novo projeto de apreciação literária com as turmas do 1º ano do Colégio. Não se trata somente de incentivar a leitura, afinal, nossas crianças já leem bastante (acompanhadas ou por conta própria), mas de ajudar que elas leiam cada vez melhor e se tornem leitoras competentes. Para isso, nos encontramos com cada turma semanalmente para meia hora de leitura em roda com as salas divididas - enquanto metade faz a leitura, a outra metade fica com a professora em outra atividade.

O primeiro título escolhido para leitura foi Para que serve um livro?, escrito e ilustrado pela francesa Chloé Legeay e publicado pela editora Pulo do Gato. Esse divertido livro-álbum levanta a questão da utilidade do livro e da literatura, além de trazer várias referências/homenagens a clássicos da literatura infantil: Da pequena toupeira que queria saber quem tinha feito cocô na cabeça dela, O senhor das moscas, Robinson Crusoé.


A obra cria uma narrativa em que o texto, sempre curto e objetivo, é complementado e contrastado por ilustrações cheias de humor e de detalhes, que contam a história de um menino que tenta ler enquanto sua irmã bebê faz uma bagunça para chamar sua atenção, atrapalhando a leitura o tempo todo.

A ideia do projeto é que se desenvolva uma conversa literária depois da leitura, conduzida pelas mediadoras, para que as crianças possam ampliar o sentido que atribuem ao livro, individual e coletivamente, com a discussão sobre ele. Como o primeiro livro tem texto curto e ilustrações provocativas e cheias de detalhes, essa conversa já aconteceu durante a leitura mesmo, que foi bem animada!

Respondendo à pergunta que dá título ao livro, as crianças, de imediato, disseram que um livro serve “para ler” :) Aos poucos, disseram também que serve “pra aprender a ler”, “pra aprender a escrever”, “pra aprender coisas novas”, “pra conhecer novas aventuras”, “pra imaginar”.

Como esperado, reconheceram detalhes importantes da narrativa ilustrada: a irmã importunando o menino, os personagens ajudando a criar um ambiente de paz para que ele leia, a captura da bebê pelos personagens, a gradual mudança de comportamento da menina ao longo do livro - afinal, ela não só para de bagunçar como começa a ler com o irmão, dorme abraçadinha com ele depois da história e, finalmente, cria um livro com o menino.

Também identificaram a função da concomitância de cenários nas imagens - na página dupla em que o menino aparece lendo na cama e a irmã está rasgando as folhas, ele também aparece vestido de pirata lutando com uma enorme cobra (que tem o mesmo cabelo e as mesmas cores do pijama da irmã - coincidência?). O que acontece ali? “Ele está imaginando!”, “é a imaginação dele”. Outra discussão bacana foi sobre a identidade do personagem da capa: a princípio parecia uma bruxa, depois de uma análise mais detida, concluíram que se tratava de um vampiro.

As crianças ainda se reconheceram nas ilustrações: alguns leem junto com alguém da família, outros leem no banheiro, muitos leem na hora de dormir e um bom tanto deles já fez seu próprio livro!

Para que serve um livro? está disponível no Espaço Cultural do Colégio e vale muito conhecer! Na próxima semana, vamos falar sobre o livro Contos de sacisas, de José Roberto Torero, o segundo que foi lido com os primeiros anos!

Até lá!

Livro: Para que serve um livro?

Autora/ Ilustradora: Chloé Legeay

Editora: Pulo do Gato

Páginas: 40

Ano: 2012

#ChloéLegeay #Formaçãodeleitor