• Paula Lima

O que os seus avós liam quando eram crianças?


Vocês já pararam para pensar no que as crianças liam aqui no Brasil nos anos 1940, 1950, 1960 – quando seus avós eram pequenos ou adolescentes? Alguém aí já conversou com eles sobre isso?

Pois é, o Blog do Uirapuru esteve no Momento Família do 3º ano com o nosso livrão e conversou com muitos avôs e avós dos alunos para descobrir!

A primeira coisa interessante é que o pai da Emília foi o campeão das citações: Monteiro Lobato foi o autor que mais vovós e vovôs disseram que leram na infância. Muitos não se lembravam de um título em especial, mas falaram sobre O minotauro, O Saci e Reinações de Narizinho.

Olhem só o que alguns deles falaram, que legal! E aí, bora mostrar pros seus avós este post e ler um livro com eles?

"A coleção do Monteiro Lobato eu tenho até hoje, está muito velha, mas eu guardo até hoje de recordação. A gente tinha uma Cultura perto de casa e nós éramos assíduos frequentadores. Meus filhos liam muito, leem até hoje, com o meu neto."

"Eu lia Monteiro Lobato, li a coleção toda. O minotauro. Eu adorava esse. Eu lia muito também quando era adolescente."

"Monteiro Lobato tinha muito, tanto eu quanto meu marido, ele leu também. E hoje eu moro na terra do Monteiro Lobato. Moro em Pinda, que é encostadinha em Taubaté. Fora os contos que eu lia pras crianças, acabava me envolvendo com os livros também e interpretava pra eles. Hoje é bom que as crianças gostam de ler, gostam mesmo, todos os meus netos gostam muito. Quando eles iam pra lá passar as férias, falavam: vovó, vamos ler história! Tem livro de histórias lá de trás, A cama da vovó, muitos livros.”

Outro autor que foi muito citado e ficou com o segundo lugar de mais lido pelos avós foi o Machado de Assis. E eles também falaram de outros, como vocês podem ver aí embaixo. E aí, conhecem algum? ;)

"Até passou na tevê uma novela, Éramos seis, que era um livro que a gente lia. Tinha também livros de Machado de Assis, que a gente lia na escola. Desses eu me lembro bem"

"Eu lia Machado de Assis, que na escola era obrigatório, lia também historinhas infantis, Branca de Neve. Com 11 anos, no primeiro ano ginasial, a escola já pedia a leitura de Machado de Assis, Érico Veríssimo, José de Alencar, Iracema. Nós líamos muito, muito mesmo, tanto é que a gente lê até hoje, você se habitua. E tem livros que cativam."

"Eu lembro que, na época do grupo escolar, o aluno que era o melhor da classe num determinado mês ganhava um livro da professora. Eu ganhei num mês aquele livro Marcelino, pão e vinho, foi o primeiro livro que eu ganhei e li e tal, na época de primário, com uns 8, 9 anos."

"Eu li muito Machado de Assis, ganhei a coleção quando estava no ginásio, tinha muito livro pra adolescente, não me lembro muito. Mas meu pai incentivava muito que a gente lesse, a gente ia pras livrarias, ele via que livro era bom pra criança, pra adolescente. E mantenho o hábito da leitura. Eu reli recentemente os clássicos russos, Os irmãos Karamazov."

Mas outros livros também apareceram nas conversas. Alguns deles, como Meu pé de laranja lima e Poliana, eram muito lidos pelas crianças antigamente. Outros, como O pequeno príncipe, Alice no País das Maravilhas, As aventuras de Tom Sawyer, Volta ao mundo em oitenta dias, Pinóquio e O diário de Anne Frank, continuam sendo grandes sucessos até hoje! Alguns desses vocês já devem ter lido, né?

Olhem só o que mais avôs e avós falaram desses livros:

"Não lembro muito bem da infância, na adolescência eu li muito, porque meu pai gostava muito e incentivava muito. Em Votorantim tinha uma biblioteca que meu pai era sócio, ele era operário e sócio da biblioteca, então a gente frequentava muito a biblioteca. Eu lia literatura mesmo, havia também na minha época histórias em quadrinho com obras literárias. A gente lia essas adaptações e depois queria ler a obra mesmo. Eu li O diário de Anne Frank, Os três mosqueteiros, por exemplo, por causa dessas adaptações. Eu lia bastante."

"Eu gostava de O pequeno príncipe, sempre, Cinderela, Alice no País das Maravilhas. E o Monteiro Lobato, né, que eu li inteiro."

"Meu pé de laranja lima, Os três porquinhos, Chapeuzinho Vermelho, João e Maria, uma coisa clássica, que fica pra sempre. Nossa tinha muito, Moby Dick, ai como eu gostava. E também O pequeno príncipe e os do sítio do Pica-pau Amarelo."

"As aventuras de Tom Sawyer marcou muito minha vida. Outro também que eu gostei muito foi A volta ao mundo em oitenta dias. A maioria dos livros que estão aí, gostava muito de ler, até hoje leio."

"Sempre gostei e ainda gosto de ler. Livros que marcaram a minha infância foram Pinóquio e Viagens de Gulliver."

"Os músicos de Bremen foi o livro que eu mais gostei de ler quando criança. Também lia muito os filhos e agora leio para os netos."

#DiadasCrianças #MomentoFamília #vovô #vovó #MonteiroLobato