top of page
  • Foto do escritorGabriela Traversim

Viagens pelo mundo através da literatura.

A magia da literatura transcende fronteiras e propósitos, nos levando a explorar mundos distintos sem sequer sair do lugar. Ao abrirmos um livro um portal multifacetado surge, o que nos permite compreender culturas, visões de mundo e épocas diferentes. No entanto, sua importância vai muito além disso. Neste percurso, mergulharemos nas páginas de dez livros vindos de diferentes países, revelando não apenas histórias envolventes, mas também as complexidades de sociedades inteiras.


Ao desbravar as páginas escritas por autores de diferentes nações, expandimos nosso entendimento das nuances culturais, contextos históricos e até das estratificações sociais presentes em cada narrativa. Uma jornada literária como essa se inicia em nosso próprio país, e a partir daqui, navegaremos por dez destinos literários que nos transportarão através do tempo e do espaço.

Brasil: Grande Sertão: Veredas, por João Guimarães Rosa.

Esta obra-prima literária imortalizada por Guimarães Rosa, transcende as fronteiras da narrativa convencional, levando-nos a uma jornada épica e intrincada pelo sertão brasileiro. Por meio de uma prosa exuberante e rica em neologismos, o autor tece uma tapeçaria de personagens complexos, paisagens áridas e diálogos marcantes. Nesse épico do interior, a linha entre realidade e ficção se desfaz, enquanto Riobaldo, o narrador-personagem, mergulha nas mudanças de suas reflexões sobre amor, violência, fé e natureza humana. O livro é uma jornada dentro das nuances do próprio ser humano através de uma experiência literária que desafia as convenções e nos lembra da capacidade da linguagem de moldar realidades únicas e inesquecíveis. Temos três edições disponíveis em nosso acervo: a publicada pela Nova Fronteira, em 2001; a edição de bolso, publicada pela Companhia das Letras em 2021 e a mais recente adaptação em quadrinhos, também publicada pela Companhia, no selo Quadrinhos na Cia em 2021.

Estados Unidos: Amada, Toni Morrison.

Esta obra de Toni Morrison apresenta uma narrativa que entrelaça passado e presente e pinta um retrato vívido da América pós-Guerra Civil, mergulhando nas feridas deixadas pela escravidão. Através dos olhos de Sethe, uma mulher escravizada que abre mão de sua própria filha para salvá-la, Morrison esculpe cada palavra com maestria, explorando a história coletiva e individual com uma sensibilidade e profundidade incomparáveis. Este livro não é apenas um romance; é uma jornada emocional que desenterra verdades sobre a história dos Estados Unidos.

O exemplar disponível na biblioteca é parte integrante da coletânea Vozes Negras, publicada em 2021 pela TAG Experiências Literárias.

Rússia: Anna Kariênina, Liev Tolstói.

Um clássico da literatura mundial, Anna Karenina transcende o tempo e o espaço para nos envolver em uma trama complexa de relações humanas e dilemas morais. Ambientado na sociedade russa do século XIX, Tolstói nos conduz pela vida da aristocracia, mergulhando nas emoções e escolhas de seus personagens, principalmente através da figura icônica de Anna Kariênina, uma mulher que desafia as convenções sociais ao se entregar a um amor proibido. Neste livro, o autor investiga as complexidades do amor, da culpa e das tensões entre a busca individual pela felicidade e as restrições impostas pelas convenções sociais. Tolstói construiu uma narrativa profunda, marcada por cenários sociais e psicológicos e que nos faz refletir sobre a natureza humana. Anna Kariênina é uma obra atemporal que continua cativando leitores desde o dia de seu lançamento. A edição disponível na biblioteca é da extinta editora Cosac Naify e possui um acabamento primoroso, complementando ainda mais a experiência leitora.

Japão: 1Q84, Haruki Murakami. Livro 1

A obra mágica e envolvente de Murakami, 1Q84, leva os leitores a um mundo onde a realidade e a fantasia se entrelaçam de maneira intrigante. Nesse romance monumental, Murakami nos conduz a uma Tóquio alternativa, onde a linha entre o normal e a surrealidade se desfaz. Através das perspectivas entrelaçadas de Aomame e Tento, personagens cujas vidas gradualmente se cruzam, o autor nos leva por um caminho repleto de mistérios, realidades paralelas e o amor profundo. Ao explorar temas como identidade, destino e busca pelo significado, 1Q84 convida os leitores a questionar a natureza da realidade e adentrar um universo onde o inexplicável é tão cativante quanto intrigante. Este é o primeiro volume de uma trilogia e todos estão disponíveis para empréstimo no acervo da biblioteca.

França: O Corcunda de Notre Dame, Victor Hugo.

Outro clássico da literatura mundial, O Corcunda de Notre-Dame foi publicado em 1831 e nos transporta para um cenário grandioso da Paris do século XV. Com maestria, Victor Hugo nos apresenta à figura marcante de Quasímodo, que habita a catedral de Notre-Dame e à bela Esmeralda, uma dançarina cigana que desencadeia uma série de eventos trágicos. Nessa obra, o autor explora temas como amor, redenção, religião e preconceito, enquanto revela os contrastes entre a catedral suntuosa e a sociedade ao seu redor. Este livro é uma peregrinação emocional e filosófica que ressoa através dos séculos, nos fazendo lembrar da complexidade da condição humana e da influência nas escolhas que fazemos. A edição disponível em nossa biblioteca é da editora Zahar e possui tradução, apresentação e notas de Jorge Bastos e mais de cinquenta ilustrações originais.

Colômbia: Cem anos de solidão, Gabriel Garcia Márquez

Cem anos de Solidão é uma obra emblemática que é a mais conhecida de Gabriel Garcia Márquez. Um turbilhão de realismo mágico que transporta os leitores para o hipnotizante universo de Macondo, uma cidade fictícia onde acontece uma história épica a partir das gerações da família Buendía que ali habitam. Um labirinto de amor, tragédia e destinos entrelaçados é exposto através da lente única do realismo mágico, onde García Márquez revela não apenas os contornos da história de uma família, mas também as teias da condição humana, da política e da cultura latino-americana. Uma narrativa intemporal e evocativa que desafia limites, "Cem Anos de Solidão" continua a ser uma joia literária que cativa leitores de todas as épocas." A edição disponível na biblioteca da escola é a de 2003, da editora Record.

Moçambique: A confissão da leoa, Mia Couto

"A Confissão da Leoa” é um mergulho profundo na atmosfera mágica do Moçambique pós-colonial. Neste romance envolvente, o autor tece uma narrativa que mescla o cotidiano com o místico, criando uma rica trama de culturas e crenças. Através dos olhos da personagem principal, Mariamar, e da leoa que habita as margens da vila, Mia Couto nos guia por uma história que explora temas como identidade, opressão e luta por autonomia. Com uma prosa exuberante e uma abordagem única do realismo mágico, "A Confissão da Leoa" nos envolve em uma experiência literária que transcende fronteiras e ressoa com a riqueza da cultura africana. Na biblioteca, temos a edição da editora Companhia das Letras, de 2012.

Argentina: O jogo da amarelinha, Julio Cortázar

“O Jogo da Amarelinha" é um convite para desbravar as fronteiras convencionais da narrativa. Neste romance revolucionário, o autor argentino nos conduz por uma trama não linear, onde as páginas se tornam trilhas que podem ser percorridas de diferentes formas. Com uma prosa poética e experimental, Cortázar nos desafia a participar ativamente na construção da história, convidando-nos a pular entre capítulos, explorar diferentes narrativas e encaixar peças desse quebra-cabeça literário. Uma ode à liberdade criativa, "O Jogo da Amarelinha" é um espelho das complexidades da vida, da arte e da busca incessante por novas formas de expressão literária. Temos a edição da editora Civilização Brasileira, de 2016, disponível em nosso acervo.

Nigéria: No seu pescoço, Chimamanda Ngozi Adichie

"No Seu Pescoço", é uma coletânea de contos brilhantes de Chimamanda. Um mergulho profundo nas vidas complexas e multifacetadas das mulheres nigerianas. Com sua prosa elegante e envolvente, Adichie explora uma variedade de temas, desde identidade cultural até feminismo, amor e intersecções entre tradição e modernidade. Cada conto é uma janela para a experiência humana, oferecendo vislumbres de momentos íntimos, desafios e triunfos. Ao pintar retratos vivos de personagens que enfrentam dilemas universais, "No Seu Pescoço" nos convida a refletir sobre as muitas maneiras pelas quais a narrativa feminina se entrelaça com as complexidades do mundo ao nosso redor. Este livro também faz parte da coleção Vozes Negras, editado pela TAG Experiências Literárias em 2021.

Canadá: O conto de Aia, Margaret Atwood

"O Conto da Aia" é uma distopia arrebatadora de Margaret Atwood e acompanha os leitores em um futuro sombrio e opressivo, onde as mulheres são reduzidas a papéis rigidamente definidos pela sociedade totalitária de Gilead. Com uma narrativa visceral e provocadora, Atwood tece a história de Offred, uma Aia cuja luta por identidade e autonomia se desenrola em um cenário onde a liberdade foi restrita ao extremo. Por meio das lentes dessa visão distópica, o livro explora temas como opressão, poder e resistência, ecoando os ecos de questões relevantes na sociedade contemporânea. "O Conto da Aia" gera uma reflexão sobre a preservação das liberdades conquistadas, lembrando-nos da importância de lutar por justiça e igualdade. Em nosso acervo, temos a edição da editora Rocco, de 2017.

Cada livro selecionado é mais que uma história: é um portal para uma realidade distinta com inúmeras possibilidades de expandir nossas experiências literárias. Cada autor, com sua bagagem literária e cultural, nos guiará por suas experiências revelando facetas de seus países e quem sabe, nos fazendo analisar com minúcia as nossas realidades. A literatura, afinal, é a chave que destrava a essência de cada local e nos permite vivenciar essas vivências ricas por meio das palavras. Preparado(a) para embarcar nessa jornada?

118 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page