• Gabriela Droichi Antonio

Brasil: independência e origens - uma história sobre a diversidade

Atualizado: 23 de set.

O Brasil é um país cheio de história e de personagens: estamos acostumados a ouvir um lado dela; o contexto europeu, principalmente o Português. Mas isso não quer dizer que não possamos ouvir o outro lado também, a história de quem já estava aqui quando os portugueses chegaram. Hoje, a professora Gabriela faz uma indicação de um ótimo livro para aqueles que estejam interessados em observar estes fatos históricos, por outra perspectiva.

Imagem disponível em: https://www.academia.edu/18025599/S%C3%ADtios_arqueol%C3%B3gicos_brasileiros_Brazilian_archeological_sites Último acesso: 13 de setembro de 2022.


A comemoração do bicentenário da Independência traz importantes reflexões sobre as origens do Brasil. A pergunta "quando começa a história do Brasil?" ecoa em feriados e datas comemorativas, e respondê-la pode ser complexo. De modo geral, alguns marcos históricos estão associados a essa origem, como o descobrimento do Brasil, comemorado no dia 22 de abril, a Independência, comemorada no dia 07 de setembro, e a Proclamação da República, em 15 de novembro. Apesar da importância destas datas, elas refletem apenas um lado da história: a partir de um ponto de vista eurocêntrico, a comemoração destes acontecimentos fomenta a noção de que o Brasil só é Brasil a partir da chegada dos portugueses.

A comemoração da independência é um ótimo momento para valorizarmos a história e cultura nacional. Dessa forma, a reflexão sobre sobre a diversidade ganha importância. Somos um país composto por diferentes povos, que contribuíram para a formação da nossa sociedade. Apesar disso, muitos dos vestígios desses povos são desconhecidos para muitos brasileiros.

O livro "Sítios Arqueológicos Brasileiros", publicado pela Editora Brasileira em parceria com a UNESCO, reúne um incrível repertório de fotografias dos principais sítios arqueológicos do Brasil, com imagens de pinturas rupestres embrenhadas em meio a beleza natural das regiões brasileiras.

Imagem disponível em: https://www.academia.edu/18025599/S%C3%ADtios_arqueol%C3%B3gicos_brasileiros_Brazilian_archeological_sites Último acesso: 08 de setembro de 2022.


O Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, é um importante exemplo da nossa diversidade. O local, hoje considerado um Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, reúne o maior conjunto de sítios arqueológicos das Américas, com pinturas rupestres e vestígios materiais como lanças e utensílios.

Gravura rupestre na Toca do Boqueirão da Pedra Furada, área arqueológica do Parque Nacional Serra da Capivara. Piauí (PI), 2009. André Pessoa. Disponível em: https://www.academia.edu/18025599/S%C3%ADtios_arqueol%C3%B3gicos_brasileiros_Brazilian_archeological_sites Último acesso: 08 de setembro de 2022.


Conhecer as marcas do passado em nosso território é uma aproximação com as nossas origens. Origens no plural, permitindo validar os diversos começos da história do Brasil: dos povos originários, dos povos indígenas, da cultura afro-brasileira, das heranças europeias. Somos muitos, e a nossa independência começa quando construímos coletivamente uma nação que valoriza, compreende e preserva a nossa diversidade cultural.

O livro pode ser conferido na integra a partir do pdf disponibilizado virtualmente pela Editora Brasileira. Segundo o livro, "sítios arqueológicos não são apenas locais ocupados por seres humanos em um passado muito remoto. No Brasil, há também os “históricos”, ou seja, sítios posteriores à ocupação portuguesa do território brasileiro. É ocaso das ruínas do Engenho São Jorge dos Erasmos . Santos (SP), 2010.Marcos Piffer."

Imagem Disponível em: https://www.academia.edu/18025599/S%C3%ADtios_arqueol%C3%B3gicos_brasileiros_Brazilian_archeological_sites Último acesso: 13 de setembro de 2022.


83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo