top of page
  • Maysa Rocha

Do Anexo Secreto para o mundo inteiro

No blog de hoje, convidamos você a mergulhar nas páginas do "Diário de Anne Frank", uma obra que não apenas relata os desafios vividos durante um dos períodos mais sombrios da história moderna, mas também revela os pensamentos íntimos e as esperanças de uma jovem extraordinariamente perceptiva. Esse é mais um dos livros que o 8° ano do Ensino Fundamental II lê durante o ano letivo. O texto de hoje está repleto de informações sobre o livro, curiosidades e outros meios para você descobrir mais sobre a história de vida de Anne.


O Diário de Anne Frank é um dos documentos mais comoventes e pessoais da Segunda Guerra Mundial, proporcionando uma janela para a vida e os pensamentos de uma jovem judia escondida durante a ocupação nazista. Escrito por Anne Frank, enquanto ela e sua família se escondiam dos nazistas em Amsterdã, o diário abrange o período de 12 de junho de 1942 até 1º de agosto de 1944, três dias depois, sua família foi capturada pelos nazistas por uma denúncia anônima.

Anne Frank começou a escrever em seu diário, a quem chamava de "Kitty", aos 13 anos, logo após sua família se esconder em um espaço secreto chamado "Anexo Secreto", localizado nos fundos do prédio onde Otto Frank, seu pai, trabalhava. O diário detalha não apenas as dificuldades e medos enfrentados por Anne e os outros habitantes do Anexo, incluindo a constante ameaça de descoberta e as limitações de espaço e privacidade, mas também explora os pensamentos, os desejos e as esperanças de Anne.


O texto revela a evolução de Anne de uma adolescente em uma situação extraordinária para uma pensadora profunda e observadora aguda. Ela escreve sobre suas complexas relações com os membros de sua família e os outros habitantes do esconderijo, bem como suas reflexões sobre sua própria identidade e seu lugar no mundo. Anne também discorre sobre temas como a justiça e a igualdade, mostrando um amadurecimento precoce, porém notável para alguém de sua idade.

Apesar das circunstâncias opressivas, o diário está permeado de esperança e de um desejo ardente por um futuro melhor. Anne sonhava em se tornar uma escritora ou jornalista após a guerra e frequentemente discutia seus planos de publicar um livro baseado em seus diários. Infelizmente, ela não sobreviveu para ver esse sonho realizado. Em agosto de 1944, o esconderijo foi descoberto por causa de uma denúncia anônima, e todos os seus ocupantes foram deportados para campos de concentração. Anne morreu de tifo no campo de Bergen-Belsen em março de 1945, pouco antes da libertação do campo.

O diário foi recuperado por Miep Gies, uma das pessoas que ajudaram a esconder a família Frank e outros judeus. Após a guerra, Otto Frank, o único sobrevivente da família, voltou para Amsterdã, onde recebeu o diário das mãos de Gies. Conforme o desejo de sua filha, Otto tomou a iniciativa de publicar o diário. Desde sua primeira publicação em 1947, "O Diário de Anne Frank" foi traduzido para mais de 70 idiomas e lido por milhões de pessoas ao redor do mundo, tornando-se um dos livros mais lidos e importantes do século XX.

Aqui no colégio Uirapuru temos muitas edições do Diário de Anne Frank e livros que contam sua história! Veja nas imagens abaixo: 



Para saber mais sobre a vida de Anne e os ecos de sua história, que reverberam até o dia de hoje, veja abaixo alguns conteúdos extras: 

Site oficial da Anne Frank House - hoje, o prédio e, mais precisamente, o Anexo Secreto, onde Anne e sua família se esconderam, é um museu e está aberto ao público! No site, é possível planejar a visitação, conhecer mais sobre a história da menina e acessar recursos educacionais. E se Anne tivesse usado uma câmera em vez de um diário? Veja a história por outro ângulo em: https://www.annefrank.org/en/education/product/164/anne-frank-video-diary-lessons-secondary-education/


A mesinha na sala de Anne Frank e Fritz Pfeffer no Anexo Secreto. Reconstrução, 1999. Disponível em Anne Frank House.

Otto Frank no sótão do Anexo Secreto, poucas horas antes da inauguração oficial da Casa de Anne Frank, em 3 de maio de 1960. Disponível em Anne Frank House.

Os escritos de Anne Frank o Diário, sua versão reescrita, contos e livro de belas frases. Disponível em Anne Frank House.

A matéria da BBC publicada em 2022 celebra o 62º aniversário da abertura da Casa Anne Frank. Anne, completaria 95 anos se fosse viva em 2024. O conteúdo desta página está em português e complementa a história e os fatos citados no site oficial do esconderijo.

É possível realizar um tour virtual pelo Anexo Secreto. Este vídeo mostra com imagens coloridas como era o local onde a família Frank e seus amigos se esconderam e no site Anne Frank House há um modelo 3D do prédio e seus cômodos.  O canal “Ler antes de morrer” fez uma resenha bem completa e emocionante do livro e é possível assisti-la por aqui. 



E para os que gostam de ouvir histórias nos mais diferentes lugares, o podcast “Histórias em Meia Hora” narra em 32 minutos a vida de Anne Frank e todos os obstáculos que ela e sua família encontraram durante o Holocausto. Ouça no link: https://podcasters.spotify.com/pod/show/historiaemmeiahora/episodes/Anne-Frank-e1dugji

Anne no último ano da escola primária, 1940. Disponível em Anne Frank House.

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page