• Gabriela Traversim

As árvores da vida!

Será que é possível numerar a quantidade de árvores existentes no mundo? E de livros? Será que haveriam livros sem árvores? E uma Árvore de Livros? E o fruto dela, será que é o Livreiro? Brincadeiras à parte, no texto de nosso blog de hoje, a Gabi, gestora da biblioteca do Colégio, homenageia as árvores e os livros e demonstra toda a nossa admiração por eles, por meio de uma seleção de livros sobre o assunto.



Há várias indicações de livros, aqui no blog, que têm árvores como tema principal das histórias. E não é para menos, elas roubam a cena quando o assunto é beleza: frondosas, cheias de folhas e com troncos nodosos e altos. Ou pequeninas e delicadas, com porte de bailarinas...


O livro, seja ele qual for, está ligado às árvores desde o seu nascimento. Você sabia? Para que o livro seja impresso, as árvores precisam se transformar em papéis e darem vida às páginas e às histórias. As árvores e os livros são bons amigos e não podemos deixar de lembrá-los neste 21 de setembro, data em que comemoramos, aqui no Brasil, o Dia da Árvore. O relacionamento entre livros e árvores é diferente de um para o outro, mas ambos se completam para revelar as histórias que se contam em páginas impressas.


E, nada melhor do que indicar livros pela Árvore Livros, neste dia, não é mesmo? Para homenageá-las, escolhi alguns livros que trazem histórias sobre árvores que fazem parte de nossas vidas, todos os dias.


Veja só alguns títulos:

A árvore do Brasil, Nelson Cruz. Editora Peirópolis.

A árvore, Bartolomeu Campos de Queirós. Editora Global.

A árvore generosa, Shel Silverstein. Companhia das Letrinhas


Meu pé de laranja lima, José Mauro de Vasconcelos. Melhoramentos.


As jabuticabas, Monteiro Lobato. Globinho


Abecedário poético de frutas, Roseana Murray. Editora Rovelle.


O ipê a sonhar, Madza Enir. Editora Gaivota.


Acho que temos muita sorte por morarmos em um país tão arborizado. Do norte ao sul, existem árvores de todos os tamanhos, tipos, cores e para todos os gostos. Aqui, não faltam espécies para se apaixonar! São tantas que nem sabemos quantas existem e, sinceramente, acho que não é possível enumerar todas elas (será?), mas temos algumas que são mais apreciadas porque são extremamente belas e/ou têm propriedades benéficas. Como os carvalhos e os ipês. Até o nosso país tem este nome por conta de uma árvore... E alguns sobrenomes, como Oliveira, Pereira, Lima, Carvalho e Figueira também são derivados delas. E além de nos proporcionar um meio à leitura, uma sombra gostosa para ler, as árvores nos dão algo que não pode ser mensurado: vida!


Espalhe sementes férteis (seja em forma de árvores e/ou de livros) pela vida.



93 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo