• Gabriela Traversim

09 de Agosto: Dia Internacional dos Povos Indígenas

Texto escrito por Gabriela Traversim Constantino, gestora da Biblioteca Escolar do Colégio Uirapuru. No Blog dessa semana, Gabi nos apresenta uma seleção de livros indígenas que trazem informações importantes para preservar a memória da cultura indígena. Com obras de autores como Ailton Krenak, Daniel Munduruku e Eliane Potiguara, o texto de hoje nos permite entender a importância da preservação da cultura indígena.

Estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1995, a data tem como objetivo garantir condições de existência minimamente dignas aos povos indígenas de todo o planeta, especialmente, no que tange à autodeterminação de suas condições de vida e cultura e aos Direitos Humanos.

É claro que os povos indígenas merecem muito mais do que outra celebração simbólica no calendário. De acordo com Navi Pillay, Alta Comissária das Nações Unidas para Direitos Humanos, "depois de séculos de repressão, eles precisam de ferramentas compreensivas para defender seus direitos, estilo de vida e desejos.”

Para reafirmar os direitos dos povos indígenas e mantê-los vivos culturalmente, levantamos uma série de títulos literários que estão disponíveis na biblioteca da escola sobre os mais diferentes povos indígenas. Ficcionais ou não, os livros trazem informações importantes para compreendermos a cultura indígena. Afinal, a literatura é uma ótima ferramenta para nos aproximarmos de culturas diferentes da nossa, para praticarmos a empatia e ter uma perspectiva diferente da realidade.

  1. Menina Japinim, Ana Miranda. Companhia das Letrinhas

  2. O sonho de Borum, Edson Krenak. Editora Autêntica.

  3. O pássaro encantado, Eliane Potiguara. Editora Jujuba.

  4. Ipaty: O Curumim da Selva, Ely Macuxi. Editora Paulinas.

  5. O homem que roubava horas, Daniel Munduruku. Brinque-book.

  6. O menino e o pardal, Daniel Munduruku. Editora Callis.

  7. Histórias de índio, Daniel Munduruku. Companhia das Letrinhas.

  8. Coisas de índio, Daniel Munduruku. Editora Callis.

  9. Ideias para adiar o fim do mundo, Ailton Krenak. Companhia das Letras.

  10. Povos indígenas: Terra, cultura e lutas. Outras Expressões.

  11. Das coisas que aprendi, Daniel Munduruku. UK’A Editorial.

  12. Tupiliques: heranças indígenas no português do Brasil, César Obeid. Editora Moderna.

  13. Um estranho sonho de futuro: casos de índio, Daniel Munduruku.Editora FTD.


Um dos grandes expoentes da literatura indígena brasileira é o autor Daniel Munduruku. Ele é professor, escritor e pertence à etnia indígena Munduruku, por isso, seu sobrenome. Muitos de seus livros estão disponíveis na biblioteca do Colégio Uirapuru, sendo que ele já publicou mais de cinquenta obras, a grande maioria de literatura infanto-juvenil.

O projeto Itaú Cultural desenvolveu uma série de vídeos em que célebres indígenas brasileiros contam um pouco sobre a vida e a cultura de suas etnias, aproveite este momento para conhecer um pouco mais sobre as diversas tribos indígenas existentes no Brasil:

Referências:

PILLAY,Navi. Dia internacional dos povos indígenas, 09 de Agosto de 2009. ONU Brasil. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/54931-dia-internacional-dos-povos-indigenas-9-de-agosto-de-2009. Acesso em 06 ago. 2021

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo